segunda-feira, 20 de novembro de 2017

Maria Emilia B. Teixeira


Com o passar do tempo vamos ficando natural, vamos ficando mais a gente mesmo de verdade.
Sem filtros... Sem máscaras.
Portanto em bagagens desnecessárias não se coloca toda a nossa energia e sim ter o entendimento do desapego.
O peregrino aprende muito ao observar a sua própria caminhada.
O que te faz grande não tem haver com o tamanho de nada, não há comparativos.
Mas é exatamente porque há grandeza extraordinária na sua partícula que faz parte de uma luz maior.

7 comentários:

  1. Prezada Maria Emília,
    Este teu texto é profundo
    Tem o tamanho do mundo
    Que não se mede - é vigília

    Ou doutrina que homília
    Familiarmente, ao fundo,
    Qualquer ser. É tão fecundo
    Que é homilia, é família...

    Parabéns pela mensagem!
    Pois ela tem a vantagem
    De não se impor - sugerir

    Que se reflita talvez
    Da tamanha pequenez
    Que somos! Há o porvir!...

    Grande abraço. Laerte.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz quando gostam da minha escrita.
      Um abraço para você também.

      Excluir
  2. Olá Maria Emília
    Passando por aqui para conhecer o seu blog, lugar bastante encantador. Ótima postagem. Abraços.

    ResponderExcluir
  3. Oi,minha Linda! O que te faz Grande é... A grandeza do seu Espírito! Beijos e fique com Deus! Feliz Domingo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sempre me elogiando querida bonequinha.
      Fique com Ele também.
      Bom fim de domingo.Beijinhos.

      Excluir
  4. Adorei que vc tivesse aparecido
    no meu pedaço, pena que decidiu
    por não seguir o meu blog...

    Bjs.


    .

    ResponderExcluir

Obrigada pelo seu comentário.