sábado, 31 de março de 2012

Maria Emilia



Prefácio

Sintetizando a minha vida.
Para viver o meu prefácio.
Buscando o essencial.
Dispensando tudo o que é secundário.
Quem não sabe me ler não entende o conteúdo.

quinta-feira, 29 de março de 2012

Maria Emilia


 Pedras

As pedras do meu caminho me conhecem muito bem.
Fazem parte daquilo que desconheço e questiono.
Não estão ali por acaso.
Indicam e sinalizam o próprio caminho.
Que é o das pedras...
Algumas são como adversárias.
E outras o desafio do crescimento.

terça-feira, 27 de março de 2012

Maria Emilia



Agridoce

Depois que se prova do ácido da vida.
Fica difícil ser doce.
Mas não é impossível...
Ficarei tentando, quem sabe eu fique agridoce para o meu gosto.
E não ao gosto dos outros.

segunda-feira, 26 de março de 2012

Maria Emilia




Olhos


Quando um olhar estaciona.
Está fazendo uma pausa para o pensamento.
Olhos pensam.
Viajam.
Descansam.
Piscam.
E transbordam emoções...

Maria Emilia




Estatura das almas

Entristeço-me quando a vida me apresenta pessoas com alma pequena
Penso que:
Almas têm estatura, crescem de acordo com a sua evolução.
As que se recusam a crescer ficam sempre pequenas, vivem no minusculo da vida.
E não conseguem compreende as outras almas em crescimento.
O crescimento deve ser de dentro para fora.
Dentro ele é visível e você passa a ter noção exata da sua essência e as outras almas sensíveis conseguem perceber.
Essa beleza não de fora para dentro.
Embalagem não valoriza o conteúdo em caso de gente.
Volte-se para dentro de si.
Você precisa diminuir os excessos para o crescimento perfeito.

domingo, 25 de março de 2012

Maria Emilia



Sem revolta e sem mágoas.
É só um agradecimento.
Obrigada por me fazer lembrar quem eu era...
Uma pessoa boa, mas não boba como fui pra você.

sábado, 24 de março de 2012

Maria Emilia




Raízes da minha árvore


Começando pelo melhor ser humano que já conheci e não é porque é minha mãe, mas ela foi mais que perfeita para meu aprendizado. Ela foi o meu tudo e faz muita falta até hoje, colo de mãe em qualquer idade é super bem vindo. Amava a vida e estar viva, mesmo sendo provada o tempo todo por ela. Partiu com 48 anos. Seu nome é Thereza.

Meu pai confesso que não o conheço muito bem, ele não se deixa revelar, sempre na sua armadura de durão, mas no fundo tem um coração, é chorão. Tem seus defeitos, mas não posso me esquecer que me passou algo muito importante que nunca esquecerei e estão gravados no meu DNA que são os valores e o senso de justiça. Sempre gostou de dar apelidos aos filhos. Seu nome é Alfredo.

Irmão mais velho que tenho como exemplo e é como um pai. Temos empatia um pelo outro. Acredito que ele sabe ler meus olhos, é um orgulho ter como irmão, e tenho certeza que essa é uma unanimidade entre os outros irmãos, sua historia é de luta, garra e vitória. Seu nome é Antônio (Tuninho).

Esse eu conheço pouco tem características do meu pai, e temos algo comum a minha mãe, o olhar distante e pensativo, acho que devido as provações, mas está na batalha da vida escrevendo sua história.Acredito que mesmo eu morando longe ,ele em seus pensamentos mande energias positivas. Seu nome é Ricardo. (Bagre).

Essa é a minha única irmã, ela é água eu sou vinho, ela seria talvez o meu oposto, temos a liberdade de dizer o que pensamos, eu sobre sua vida e ela sobre a minha, nossas escolhas certas e erradas, brigamos muito, mas nos amamos.Seu nome é Ana Maria. (Pavoni)

Eu, Maria Emilia. Como meu pai diz: A filha diferente, diferente em quê?
Somos filhos do mesmo pai e da mesma mãe. Eu sou o resultado daquilo que observo e leio na minha vida.
Atrevi-me a escrever, prefiro escrever a falar, falar às vezes cansa. Trabalho com anjos e amo o que faço. (Apelidada pelo meu pai de coquinho).

Esse é o caçula, veio depois de mim meu pai me ensinava a rezar pedindo para ele nascer, acho que ele nem sabe dessa história. Vivemos nossas adolescências juntos, mesmo tendo sete anos de diferença, fomos a bailes, festas, passeios, cantamos muito Legião Urbana. Sofremos juntos a partida da nossa mãe, nos sentindo só,porque éramos os únicos solteiros e ficamos um pouco sem direção.É um batalhador e pé no chão. Seu nome é Álvaro (Puca)

Raízes profundas... Laços de família.

Minha árvore genealógica, meus pais e irmãos.
Depois nossos filhos e netos vão escrever as suas próprias historias, porque passamos a vida contando elas.
(Ficou faltando à foto do meu pai, mas achei essa do fundo do baú que achei linda e não poderia deixar de postar, meu pai não vai ficar excluído e ele também sabe da nossa admiração pela mãe).

Maria Emilia




Se a partida é inevitável,
que vá logo!
Sem temporizar.
vivendo a expectativa do final.

Maria Emilia




Simpática


Não vai com minha cara?
Também não vou com a tua
Prefiro ficar com a minha
Que é mais simpática que a sua
Com a sua antipatia eu nem sairia na rua.

Maria Emilia




Abraços e mãos


Quando abraço minha filha sinto...
Meu coração abraçando o dela e ambos se emocionam.
Com esse abraço de cumplicidade e amor eterno.
Filha quando você cabia nas palmas das minhas mãos, eu te sentia minha.
Nelas você descansou e quem sabe até sonhou...
Hoje você não cabe mais nelas e nem te tenho nas mãos.
Hoje minhas mãos se juntam para te fazer uma prece e te abençoar.
Seja sempre muito feliz é uma ordem, obedeça à mãe. Ok?
Te amo.

terça-feira, 20 de março de 2012

Maria Emilia




Camaleões


Meus olhos não gostam de conversar com olhos sem direção, essa é característica típica do camaleão.
Exijo um olhar franco até do cão, pois gosto de sentir o coração que está diante de mim.
Gosto de olhares fixos e abertos,
Feito portas onde poderei tentar entrar e desvendar talvez mistérios...
Olho no olho...
Porque detesto o olhar do camaleão que muda a direção a seu favor.

domingo, 18 de março de 2012

Maria Emilia




Ouço meus conselhos


Escrevendo e desenhando
A tinta da caneta desenha...
Viaja em meu pensar
Faço desenhos para mim
Para que tomem forma de solução
Vou fechar a porta entrar em mim e conversar comigo
Só dou ouvido aos meus conselhos.
Pois me conheço muito bem.
Sei que posso confiar na minha pessoa.

Maria Emilia




Quero alguém pra conversar a vida toda...
Troca de palavras e afinidades diárias e eternas.

sexta-feira, 16 de março de 2012

terça-feira, 13 de março de 2012

Maria Emilia





Garimpando na escrita a resposta da minha interrogação.
Encontrando pérolas no fundo do coração...

Maria Emilia




Instantâneas


Amizades instantâneas
Não me interessam
São Momentâneas
Passageiras
Efêmeras
Quero a consistência das relações.
Que são prolongadas
Duradouras e eternas.
Que sua linguagem seja coloquial.
E que haja muita empatia.
Nessa relação de amizade
Que sobrevive do que é leal.

quarta-feira, 7 de março de 2012

Maria Emilia



Busque

Determinação
Luta
Garra
Levam-te muito... Muito longe...
Bem perto de seus sonhos...
Se realize.
Está em suas mãos.
Geralmente é a única pessoa que realmente pode contar.
Consigo mesmo
Seja seu melhor amigo
E queira o melhor para si.
Busque
Corra atrás e não espere nada de ninguém.
Espere somente de si mesmo.