quinta-feira, 31 de março de 2011

Maria Emilia B. Teixeira



Cada pessoa é um livro de histórias.
Um livro de vários contos e volumes.
Escrito à duas mãos.
Com a mão de Deus... Que escreve certo por nossa vida ás vezes torta, e a do nosso livre arbítrio, a da nossa liberdade de escolhas.

quarta-feira, 23 de março de 2011

Maria Emilia B. Teixeira


 Ser feto

Vontade de dormir e não acordar mais... Ficar encolhida, escondida e esquecida.
Ou voltar a ser feto.
E ser protegida no ventre da vida.

terça-feira, 22 de março de 2011

Maria Emilia B. Teixeira


Ombro amigo

Como é bom poder contar com um ombro amigo.
A vida passa por vários ciclos.
E o amigo pode te indicar e direcionar seus passos,quando esses perderam o sentido de como se dança conforme a música.
E quando seus ouvidos não escutam mais o som da vida.
Eles te despertam,te faz acordar...
Porque a vida é dançada conforme a música.
Amigo que é amigo,tem que ter ombros largos.
Amigo que é amigo,chora contigo,tem empatia.
Amigo que é amigo,respeita e entende a sua essência.

terça-feira, 15 de março de 2011

Maria Emilia B. Teixeira


O passado já foi...
Eu já vivi.
Nele comecei a escrever a minha história de vida.
O futuro não sei se vou viver, ou estar nele.
Ele pertence a Deus...
Eu vou vivendo o presente.
E continuando a escrever a minha história.
Adicionando e tirando personagens  nesse contexto.
E vivendo vários tipos de emoções...
Umas boas e outras que precisam ser esquecidas...
Mas tudo é aprendizado.
É lição!
Quero viver!
Quero a esperança de ter escrito na minha vida e na vida de quem passei;
algo de bom e verdadeiro.

segunda-feira, 14 de março de 2011

Maria Emilia B. Teixeira


 Recomeçar

É chegada à hora de acordar e ficar de olhos bem abertos.
Arrumar as malas.
Arregaçar as mangas,
Ir à luta, mesmo cansada.
É sua missão.
É intransferível, só você pode vivê-la.
Recomeçar...
Hora de tomar seu território, e fincar sua bandeira.
E mostrar a vida, que é guerreira.
Ter a fortaleza, se colocar de pé e encarar a vida de frente,
Ter fibra e coragem!

domingo, 13 de março de 2011

Maria Emilia B. Teixeira


Camaleão

Na estrada da vida às vezes me deparo com pessoas que não são de verdade... São de mentira.
São camaleões a serviço do mal.

Maria Emilia B. Teixeira




 The end

Até que a morte os separe?
Ou seria...
Até que o amor acabe e várias outras incompatibilidades os separe?
Tudo isso tem prazo de validade.
Venceu...
Acabou.
É The End, sem final feliz.
Ou parte II. O Recomeço, com outro protagonista e um final de tirar o fôlego.

quarta-feira, 9 de março de 2011

Maria Emilia B. Teixeira


Aparência

O dragão tem estereótipo de mal e feio, mas nem sempre isso condiz com a verdadeira realidade.
O que representa o lindo, nem sempre representa o bom da alma.
Isso vale para os relacionamentos.
O beleza está na atitude e nas ações.
Às vezes o belo é tão feio no seu interior que dói.
Como diz o provérbio: Beleza não se põe em mesa.
Não se põe mesmo.
Mais vale um dragão elegante, que te ame, te respeite e que te valorize, do que um gato mal educado, deselegante, mal humorado e grosso.

Maria Emilia B. Teixeira


Vida

Participando desse jogo louco da vida.
Onde você é chamada a vida, e a dançar conforme a música.
E nem sempre tu sabe ou quer dançar.
Mas se não dançar,e não entrar na sintonia da vida, você literalmente dança.
Nesse jogo você percebe que nem sempre.
Pessoas boas e corretas se dão bem, não ganham nada com isso.
Nada mesmo...
Acredito que se esconder dentro de uma casca, talvez seja uma forma de proteção.
Ser duro por fora, mas coração por dentro.
Não revelando esse segredo que é só seu.
Esse privilégio de conhecer-te.
Sua essência, é somente para quem sabe ler e entender sua alma.

terça-feira, 1 de março de 2011