domingo, 30 de junho de 2013

Maria Emilia B. Teixeira


Hoje eu quero apenas... Seu cobertor conchinha e o conforto das suas palavras.
Momentos únicos.
Jamais desperdiçados.
Esse é o valor de uma relação de amor de reciprocidade.
Onde o diálogo é a peça chave.










quarta-feira, 26 de junho de 2013

Maria Emilia B. Teixeira


Aqui atrás desse muro de ser humana.
Existe uma criança insistindo no traço do desenho.
Pintando de verde a fé na vida da minha esperança.
Me recordo o dia em que ela chegou de surpresa na minha infância.
Trazendo meu brinquedo tão sonhado.
Eu sorri agradecida.
Pela visita da fada esverdeada.
Que me deixou uma mensagem: Que ela nunca morre no coração de quem acredita que ela é chama que não se apaga.

quinta-feira, 20 de junho de 2013

Maria Emilia B. Teixeira


Acorda menino.
Para mudar o seu destino.
Se olhe no espelho.
E enxergue a sua cara.
Você cresceu.
É um gigante.
Com habitantes que te amam.
E um povo que mostrou que unidos jamais serão esquecidos.


terça-feira, 11 de junho de 2013

Maria Emilia B. Teixeira




São coisas minhas que podem servir para alguém.
Uma dor ou um momento que servem como roupa aprendizado para a alma de outra pessoa.
É muito bom saber que tem pessoas que conseguem sentir o momento do outro... E ter a disponibilidade até mesmo em pensamento de trocar de pele e sentir a mensagem que o outro nos passa.
Isso é muito bonito.
A sutileza da delicadeza.
Ninguém tem mais tempo para isso... É mais fácil rotular.
Isso tem pronto e poupa o tempo de gente que sinceramente eu não quero por perto.

segunda-feira, 10 de junho de 2013

Maria Emilia B. Teixeira




Quando dois corpos se procuram por amor, ambos celebram a união e a cumplicidade entre eles num só corpo.
Numa reciprocidade... Que é o mais bonito disso.

domingo, 9 de junho de 2013

Maria Emilia B. Teixeira




Eu sempre irei rascunhar as minhas palavras no papel.
Insistentemente elas pedem isso para mim.
Pensamentos e sentimentos... Uma dupla lado a lado.
Onde uma começa e a outra termina.
Eu começo e recomeço a sua vontade e verdade.
De momentos... Solitários.
Sou uma peça mal colocada em uma época totalmente errada.
Não me enquadro em nenhum quadro que pintem de mim.

Maria Emilia B. Teixeira




Há uma insatisfação dentro de mim que não tem o nome de revolta.
São demoras de expectativas que se criaram na minha desordem.