quarta-feira, 14 de setembro de 2016

Maria Emilia B. Teixeira


Filosofar para entender os contrários e sobreviver ao cotidiano diário muitas das vezes inexplicável e pouco aceitável.
Onde seu tudo não representa nada nesse admirável mundo estranho.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pelo seu comentário.