domingo, 13 de abril de 2014

Maria Emilia



Para quem eu faço as perguntas que não terão respostas por serem ininteligível a mim e ao labirinto que às vezes eu me vejo?
O meu conforto vem Dele que vê em cada gota da minha lágrima o tipo de sentimento que a fez cair.
Com o tempo vem à resposta justa de quem confia na justiça de quem manda até nos ventos...
Eu mesma já me peguei no colo e me dei um abraço e conversei comigo e falei:
Vamos combinar uma coisa?
A gente é forte... Agente tenta sempre ser.
Não importa o vento contrário de algumas palavras mal arrumadas que podem até balançar e despentear as nossas certezas.
Está nas minhas próprias mãos a força de uni-las em uma oração.
Porque sempre terão momentos e horas na vida que são pontuadas somente com uma única digital.
Agente tem que aprender que mesmo rodeada de pessoas que nos amam existe sempre aquela hora que é só sua.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pelo seu comentário.