sexta-feira, 12 de outubro de 2012

Maria Emilia





Voltando no tempo


Queria voltar a ser criança...
Para brincar de esconde-esconde, e fugir do bicho papão da incerteza de muitas coisas da vida.
Queria voltar a ser criança...
Para trazer sempre um sorriso no rosto, e demonstrar aos que me amam a certeza de que sou feliz.
Queria voltar a ser criança...
Para ter sempre a certeza da resposta, nos pedidos que faço ao papai do céu.
Queria voltar a ser criança...
Para fazer carimbo das mãos com tinta, e deixar minha marca no coração de quem eu amo.
Queria voltar a ser criança...
Para poder usar sempre o lápis de cor para pintar todos os meus dias cinza e tristes com as cores do arco-íris, a cor da ESPERANÇA. 
Queria voltar a ser criança...
Ter o direito espontâneo de fazer careta para meus erros e também para algumas pessoas do meu cotidiano.
Queria voltar a ser criança...
Brincar de bailarina e saber dançar com a vida quando ela me tirar para dançar.
Hoje sou gente grande.
Por que um dia a gente cresce... Entre aspas...
A gente pensa que cresce...A criança que fui ainda está aqui em construção constante.
Chorona que reclama e bate o pé com muita personalidade.
O segredo e não parar de crescer, porque é para frente que se anda, pulando e soltando os obstáculos da vida. 
Hoje sou gente grande, não uso mochila.
Na bolsa tenho contas da responsabilidade.
Queria voltar a ser criança...
Brincar com massa de modelar e moldar algumas pessoas.
Mas descobri que isso é difícil e que tenho que amá-las do jeito que elas são.
E que eu também preciso ser modelada na minha imperfeição.
Todos os dias eu volto a ser criança...
Brinco de boneca, carrinho, canto, danço, jogo bola, conto histórias...
Deus me deu o privilégio todos os dias de brincar com anjos crianças no meu trabalho como professora,onde me realizo e aprendo todos os dias dentro desse universo infantil.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pelo seu comentário.