quarta-feira, 21 de março de 2018

Maria Emilia B Teixeira



Ao visualizar à pedra no meu caminho, também consigo ver através dela o que eu quero... O meu sonho.
Ela não representa o ponto final e nem um obstáculo qualquer, ela é a motivação, é aquela que me lembra o ponto de partida, uma zona aparentemente de desconforto, onde não se empurra insatisfação com a barriga, mas com atitude de fé, determinação e coragem de fazer escolhas do bem... O que sonhei.
É saber que Ele planejou a minha vida desde o meu início e ficar tranqüila... Acreditar que a pedra é pequenina.

4 comentários:

  1. Olá, Emilinha!

    um texto mto bem escrito e reflexivo.
    De facto, as pedras em nosso caminho chamam apenas nossa atenção. Elas nem sempre são obstáculos, por vezes, bem pelo contrário.

    Beijinhos, boas aulas e uma excelente semana.

    ResponderExcluir
  2. Olá, querida Emilinha (caso não goste do diminutivo, me diga, por favor. Tá)!

    Muito grata por sua visita e gentis palavras.
    Você é tão serena! Adoro seu jeito de ser, mas temos de conversar um pouquinho mais.

    Beijinhos e uma excelente semana, colega. Também sou professora, embora de alunos pré-universitários. Estamos no mesmo "barco", então.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa noite Céu, não se preocupe quanto ao diminutivo.
      Bom saber que passo uma boa imagem com a minha forma de escrever, mas nem sempre sou serena... A correria da vida às vezes não me permite ficar muito tempo no virtual, mas sempre respondo os comentários.Ok?
      Atualmente estou fora da área da educação infantil, mas nunca deixarei de ser professorinha.
      ( Não consegui concluir minha faculdade de pedagogia)
      Quando Deus manda nos detalhes da nossa vida, a gente obedece... Enfim...
      Amo ler e escrever com a minha alma.
      Não sei se escrevo bem, mas tem quem consegue ser tocado de alguma forma e fico feliz com isso.
      Tenha uma semana abençoada. Bjs.

      Excluir

Obrigada pelo seu comentário.