terça-feira, 7 de junho de 2016

Maria Emília B. Teixeira


Uma família não sobrevive de sobrenome, ela vive de raízes, tradições e valores.
Uma família não sobrevive com membros egoístas e que não se respeitam, ela vive de afeto, amor e respeito as diferenças.
Uma família não sobrevive em terrenos áridos e gelados de sentimentos, ela vive de reciprocidade e empatias.
O verdadeiro sentido de uma família está acima de qualquer valor material.
Ela resiste as distâncias de quem precisou alçar novos vôos.
E recebe com festa os que regressam para pousar na árvore mãe.


2 comentários:

  1. Perfeito, o conceito de família hj tem se perdido.

    bjokas =)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estamos nos perdendo em valores...É lastimável e poucos de nós estão percebendo isso.Bjs.

      Excluir

Obrigada pelo seu comentário.