segunda-feira, 12 de outubro de 2015

Maria Emilia B. Teixeira


Perdendo ou ganhando... Sem medo de viver.
Buscando somente em partes por aquilo que vale a pena e que se perdeu entre as aspas de histórias que coube a mim viver.
Chamado do meu próprio coração, impossível recusar, são características da minha essência que está entre essas aspas que me garante continuar.
Essa é a parte da música mais bonita, onde a vida te chama de volta fazendo uma reverência:
Vamos lá!
Te dou a mão pra te acompanhar, mas pegue somente o que te importa, o resto fica no álbum de fotografias, lugar onde deve ficar.

2 comentários:

Obrigada pelo seu comentário.