quarta-feira, 8 de abril de 2015

Maria Emilia B. Teixeira


Escrever é se desvendar de qualquer forma para qualquer interpretação.
Haverá quem te entenda e haverá também quem te rotule.
É por essas e não pelas outras que continuo.

4 comentários:

  1. No escrever há farto um quê de parto.
    GK

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ossos do ofício de viver...Nascendo e até morrendo um pouco no meio das palavras... Mas o adubo de letras é bom para renascer e acordar as sementes abandonadas e adormecidas.
      Boa noite Gugu Keller.

      Excluir
  2. Olá, Emili(a).

    Talvez também por isso você escreva tão bem.

    Cortázar disse certa vez em uma entrevista que escrever é desvendar dimensões ocultas da realidade, assim como esferas profundas da existência.

    Um abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada pelo seu elogio, mas na minha humilde escrita tem somente três componentes: Simplicidade,transparência e um coração carregado com os variados sentimentos do cotidiano que me fazem vir aqui algumas vezes e postar a minha verdade.Por isso penso que o que vem do coração não deve ser rotulado ou julgado,pois se expressar sem medo de se expor,isso é ter coragem.
      Boa noite.Obrigada pela visita.Um abraço também para você.

      Excluir

Obrigada pelo seu comentário.