segunda-feira, 25 de agosto de 2014

Maria Emilia


O livro me segurou pelas mãos em todos os momentos de solidão, nesses momentos em que diálogos vazios não me acrescentavam com ninguém...Com ele eu gasto o meu tempo.
Meu caso com os livros é antigo... Começou na infância quando li e me apaixonei.
Com ele fiz à minha primeira viagem no transporte das letras que abriram a minha caixa do pensar e todos os dias dorme um ao meu lado, doce calmante viciante que me faz sonhar e me identificar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pelo seu comentário.