domingo, 27 de julho de 2014

Maria Emilia B. Teixeira


Com problemas de anatomia.
Já não sei se trago aqui no meu peito. Um livro ou um coração.
Quando morrer tenho apenas um desejo... Carregar um livro em minhas mãos.
Pode ser de minhas memórias... Ou de algum poeta que eu ame: Rubem, Carlos, Manuel, Vinícius...
As flores?  Quero em vida.
Existe tempo de montão.
Receber flores é especial e emocionante... Não tem valor para quem já está expirado.
Elas não combinam com momentos finais. Chover lágrimas sobre elas isso é muito triste, porque flor Rir.
Florir para a vida.

2 comentários:

  1. Olá Maria Emília! Cheguei agora e já me encantei com seu blog e suas palavras... Gostei da expressão: "Já não sei se trago aqui no meu peito. Um livro ou um coração.", nunca tinha pensado nisso e me identifiquei! Obrigada por nos brindar com suas letras... Bjo grande!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Fabíola, eu quem fico feliz por você se encantar e se identificar com algo que escrevi em momentos transitórios... As vezes produzem algumas pérolas quando estamos assim. Minhas letras são a transparência do estado de minha alma.
      Beijos.

      Excluir

Obrigada pelo seu comentário.