quinta-feira, 24 de outubro de 2013

Maria Emilia

Aquele grito...
Aquele da sonhada vitória.
Que fica mudo... É que a virada depende da sorte.
Grito que ficou preso nos sonhos.
Um dia ele vem para fora com um sabor de quem sabe esperar a hora.
Os sonhos têm asas.
Por enquanto vou tomando um chá e sigo acreditando que um dia tudo fique rosa.
Um mar de rosas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pelo seu comentário.