sábado, 10 de novembro de 2012

Maria Emilia B. Teixeira



Identifique-se

No ambiente de trabalho você conhece vários tipos de pessoas que tem características com algumas espécies de animais.
O baba ovo.
Essa espécie há tempos vem sendo estudada e já foi catalogada.
Por que uma coisa já é do conhecimento geral, ele nasce dentro do ambiente com muita facilidade. E se reproduz com alguns contatos que se igualam. Não corre o risco de extinção.
O Tamanduá o linguarudo sempre entrega alguém ao chefe e se esquece de olhar para a sua calda que é grande, é o famoso duas caras.
A coruja parece inteligente, mas por ter olhos frontais não tem a noção exata de tudo que acontece ao seu redor ficando na dela, totalmente neutra.
O camaleão muda sua personalidade de acordo com a situação, demonstrando a capacidade de adaptação a mudanças ou esperteza por algo que lhe favorece, revelando duas facetas. Por causa do seu estado emocional ele muda de cor quando fica cara a cara com a verdade.
A galinha, não sonha em voar, é acomodada, se alimenta do trabalho alheio. Prefere ciscar uma coisa ali outra aqui dos outros, é preguiçosa.
O pombo é o leva e traz. É o comunicativo. Se dá bem com todo mundo e ferra todo mundo.
O avestruz enfia a cabeça no buraco e aceita tudo, não tem argumento é desatualizado e tem medo do confronto de idéias.
A serpente. Essa para subir de cargo, ela faz de tudo... Rastejar é sua característica, e é o que de melhor sabe fazer. Tem a língua bifurcada que funciona como antena para falar mal das pessoas. Uma língua é pouco para ela. É incompetente.
A raposa é muito estrategista e cautelosa.
A formiga não tem medo de trabalhar, tem empatia com todos. Sabe ouvir, unir forças e qualidades com quem ela trabalha e extrai de cada colega o que de melhor sabe fazer. Ela tem maestria, o ambiente fica harmonioso todos cooperam. Existe uma sinergia.
A águia baixa a cabeça mesmo estando certa. Faz isso por que sabe que lá na frente seu instinto é voar... Alcançando seu objetivo. O sucesso e a realização profissional.
O cão inocente é muito fiel ao chefe, mas pode ser perigoso para quem está entrando na selva de pedra e buscando um lugar ao sol.
O urso costuma dormir no trabalho, enquanto alguém faz a sua parte.
A borboleta é de fácil acesso, tem maturidade e personalidade, gosta de ajudar com suas experiências, ela é leve e pesada ao mesmo tempo. Devido algumas passagens ruins que teve anteriormente. Ela traz consigo uma bagagem de criatividade e vive se superando. Numa luta com ela mesma...
Nesse habitat geralmente tem alguns sapos para engolir...
Quem consegue digerir sem se rebelar, assemelha-se ao urubu que consegue engolir coisas difíceis e asquerosas. Ele é capaz de neutralizar esse aperitivo, transformando o que engoliu em algo bom, por que ele sabe alçar vôos em grandes altitudes e planando ele fica olhando de cima a injustiça e o problema, e com essa atitude demonstra superioridade a algo tão pequeno. Ele não se deixa abater, segue em frente.
O leão é mal interpretado. Tem pessoas que pensam que precisam matar um por dia, mas é o contrário.
Procurando ser o seu amigo, é que aprendemos e crescemos com o que ele nos apresenta diariamente.
Pois uma história sem leão na batalha do dia a dia, não é história de luta e nem de guerreiros batalhadores que alcançaram a vitória da realização.
Existe também a gaivota da história de Fernão Capelo Gaivota. Ela é ávida por liberdade e pelo conhecimento e se esforça buscando por isso. Como é diferente ela costuma quebrar regras, trazendo o novo e causando a inveja e o medo da competição que não deveria existir. É bonita e saudável, essa característica dentro de qualquer profissão, quando feita com a arma da competência e sem puxar o tapete de ninguém.
Você é livre para pensar o que você leu e aprendeu.
Potencial todos temos.
Alienação é para quem nunca teve um livro na mão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pelo seu comentário.