sexta-feira, 19 de outubro de 2018

quarta-feira, 17 de outubro de 2018

Maria Emilia B Teixeira


Saber ler é saber peneirar idéias, nem tudo é o que se diz ser uma verdade universal, mesmo escrita em certos livros acadêmicos, a forma do seu pensar te faz um pensador observador e crítico.

quinta-feira, 11 de outubro de 2018

Maria Emilia Borges Teixeira



Voltando no tempo

Queria voltar a ser criança...
Para brincar de esconde-esconde, e fugir do bicho papão da incerteza de muitas coisas da vida.
Queria voltar a ser criança...
Para trazer sempre um sorriso no rosto, e demonstrar aos que me amam a certeza de que sou feliz.
Queria voltar a ser criança...
Para ter sempre a certeza da resposta, nos pedidos que faço ao papai do céu.
Queria voltar a ser criança...
Para fazer carimbo das mãos com tinta, e deixar minha marca no coração de quem eu amo.
Queria voltar a ser criança...
Para poder usar sempre o lápis de cor para pintar todos os meus dias cinza e tristes com as cores do arco-íris, a cor da ESPERANÇA.
Queria voltar a ser criança...
Ter o direito espontâneo de fazer careta para meus erros e também para algumas pessoas do meu cotidiano.
Queria voltar a ser criança...
Brincar de bailarina e saber dançar com a vida quando ela me tirar para dançar.
Hoje sou gente grande.
Por que um dia a gente cresce... Entre aspas...
A gente pensa que cresce... A criança que fui ainda está aqui em construção constante.
Chorona que reclama e bate o pé com muita personalidade.
O segredo é não parar de crescer, porque é para frente que se anda, pulando e soltando os obstáculos da vida.
Hoje sou gente grande e não uso mochila, pois ela foi trocada por  uma bolsa cheia de responsabilidade.
Queria voltar a ser criança...
Brincar com massa de modelar e moldar algumas pessoas...
Mas descobri que isso é difícil e que tenho que amá-las do jeito que elas são, e que eu também preciso ser modelada na minha imperfeição.
Brinco de boneca, carrinho, canto, danço, jogo bola e conto histórias... Deus me deu o privilégio de interagir com anjos crianças no meu trabalho como professora de educação infantil, onde me realizo e aprendo que ser criança é nunca se esquecer de ser feliz.
Feliz dia das Crianças!

Maria Emilia B Teixeira


Esperança é a mão de Deus em seu coração, tudo se encaixa, isso não é sorte. É fé na espera.

quarta-feira, 10 de outubro de 2018

Maria Emilia B Teixeira


Sonho com o direito de ir e vir nas cidades de pedra, principalmente às do Rio de Janeiro, sem ter medo do meu semelhante que infelizmente uma maioria passaram a serem mais perigosos que um animal feroz à procura de seus pertences e de sua vida.
E o direito de quem é verdadeiramente humano não é defendido pela justiça. O que seria o óbvio, mas está tudo invertido... Aqui o bandido virou mocinho e tem regalias. O crime compensa?
Sonho com a justiça brasileira sem a venda nos olhos, para que enxergue os erros de sua vergonhosa omissão e comece a fazer jus ao seu nome e corte as regalias da maioria da classe política que subtrai o dinheiro sofrido e suado do trabalhador.
Nossas crianças estão sendo ensinadas pela  mídia a gostarem de músicas com letras de apologia ao erro e a banalidades, infelizmente algumas famílias também incentivam seus filhos a isso, pois são exemplo doutrinados em escola com partido e também pela mesma mídia no passado recente.
Basta um refrão Blá blá blá e nasce um pseudo artista.
Chamam de arte uma criança passar suas mãozinhas inocentes em um corpo humano vivo e nu, induzindo a pedofilia. Isso jamais será cultura!
Nosso povo em uma maioria ainda adere ao jeitinho brasileiro, cospem em calçadas e jogam lixo pelas janelas dos carros.
Ainda me lembro da campanha educativa, do governo militar há uns anos atrás  com o personagem Sujismundo, com o lema:
" Povo desenvolvido é povo limpo".
Acho que o Brasil está precisando de uma limpeza geral em todos os sentidos.
O básico vergonhosamente ainda falta por aqui, como: Saúde, segurança , saneamento, educação e trabalho honesto e digno sem o assistencialismo que torna escravo, pois a maioria do povo honesto sabe pescar e tem orgulho de pegar o seu próprio peixe para garantir o sustento de sua família.
Os governantes estão como à justiça de venda nos olhos. Só enxergam seus bolsos e as leis são feitas para o benefício próprio.
Além do medo de bandidos, temos medo dos mosquitos e suas doenças.
Salve-se quem puder.
Está complicado morar aqui.
Ser patriota é sentir orgulho do seu país, qual brasileiro ainda carrega no peito esse sentimento?
Esse sentimento está voltando agora em ano de eleição, pois queremos tirar um partido que há anos está subtraindo essa nação. Chega de ladrão!
Sonho que o gigante acorde e que seja na sua identidade ético e moral.
Sonho com gente que ame ler para conseguir largar a mão da ignorância que o governo alimenta para se favorecer.
Acorde cidadão, pense em menos carnaval e futebol, pois um país forte se faz com educação, livros e um presidente que governe para o povo.
Sonho com uma sociedade crítica e que saiba valer seus direitos com inteligência e paz.
Sonho que todos acordem e façam à sua parte e que nesse pensamento coletivo do bem que ainda quero acreditar que cada um de nós trazemos na consciência individual em termos de ética e valores, possa ser um divisor de águas para um Brasil e um mundo melhor.
Essa bandeira jamais será vermelha!