quarta-feira, 17 de novembro de 2010

Maria Emilia B. Teixeira



Maternidade

Ser mãe.
É viver em dois corpos.
Filha.
É a raiz de duas vidas.
Sabendo dos limites até onde posso ir.
Me reservo, observo.
Às vezes querendo intervir.
O criador e a criatura.
É quase ser um pouquinho de Deus.
Parece duas, mas é outra, é continuação.
Tens sua vida.
Sua estrada.
Suas escolhas.
Mas sei.
Que nossas essências estão em você.
Isso ninguém te tira.
Está gravada em seu ser.
Que te define.
Maravilhosa que és.
Sendo assim profetizo.
Quero que tenhas.
Em seu caminhar.
Sabedoria, fé e perseverança.
Quando precisar.
Que seu caminhar.
Seja com passos firmes e pé no chão.
E muitas trilhas de felicidades e portas se abrirão.
Que o sucesso seja o seu horizonte.
Te amo.

Um comentário:

Obrigada pelo seu comentário.