segunda-feira, 27 de abril de 2015

Maria Emilia B. Teixeira


Baixou Clarice em mim.
Esperança no meu caso virou artigo de luxo ultimamente.
Difícil essa arte de ser gente.
Sem energia... Uma pilha de nervos.
Meu lençol e o meu amigo travesseiro me abraçam na tentativa  envolvente do sono e do sonho. Renovando minhas forças para o novo dia que vai estar por nascer.

2 comentários:

  1. Só a noite alivia o açoite do dia.
    GK

    ResponderExcluir
  2. Ela repõe as energias,somente isso que ela faz,pois tem certas situações que são negras como a noite.Amigo,desculpe o meu agridoce.
    Clarice continua aqui.KKK.Boa noite.

    ResponderExcluir

Obrigada pelo seu comentário.