domingo, 22 de março de 2015

Maria Emilia B. Teixeira


Fechei a porta do meu passado.
Portanto não me peça essa chave obsoleta.
Não está em meu domínio o que já foi há algum tempo.
O que sinto... É apenas uma  grande perda de tempo.
O mais importante é  o pertencer-se.
Paz e liberdade não tem preço.




2 comentários:

  1. Enquanto hoje ainda for ontem, jamais haverá amanhã.
    GK

    ResponderExcluir
  2. O hoje está sendo o meu melhor presente e eu ainda acredito no amanhã melhor ainda apesar de todo vento contrário,pois sei também fazer ventania.Boa semana e obrigada pela visita Gugu Keller.

    ResponderExcluir

Obrigada pelo seu comentário.