sábado, 17 de janeiro de 2015

Maria Emilia B. Teixeira


O vento sofre por não ter uma morada.
Vai girando mundo afora e às vezes... Chora.
Deixando folhas de árvores amigas soltas pelo chão sem opção de escolha.
Não se assuste com ventos contrários.
Tenha raízes... Mas não se esqueça de que possui suas asas.
Você conhece o segredo para abri-las.
Necessita de fé, atitude e coragem.
Não espere um minuto a mais para mudar a sua própria história.
O vento se transforma em aliado... Um golpe diferente da sorte.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pelo seu comentário.