quinta-feira, 13 de janeiro de 2011

Maria Emilia B. Teixeira


Não sou caderno para viver com rascunhos e rabisco.
Já me basta os sinais e marcas do tempo em meu corpo.
Cicatrizes da alma que insistem em aparecer no meu olhar
revelando o meu interior.
É muita informação para carregar no corpo.
Peso desnecessário para a alma
que é leve.

Um comentário:

  1. Essa é minha opinião pessoal, mas respeito quem gosta e admira tatuagens.Não tenho preconceitos.Pois cada ser humano é um estranho ímpar.Cada um com sua escolha e estilo de vida.

    ResponderExcluir

Obrigada pelo seu comentário.